Aberta a temporada de peeling

Aberta a temporada de peeling
Tassiane Ortega Tassiane Ortega
05/05/2017 10:30:49 hs

Quando chega o outono, a pele começa a mostrar o quanto foi castigada pelo Sol, vento, maresia e outros problemas do verão. E é exatamente esta a época ideal para começar os tratamentos com peeling químico que deixam a pele com uma cor uniforme, sem marcas e mais hidratada.

 

Para quem não sabe, peeling significa descamação. E esta pode ocorrer de três maneiras na pele: superficial, média e profunda. Isso é programado de acordo com o objetivo do tratamento. Cada uma delas tem suas particularidades a serem seguidas pelo profissional.

 

As principais indicações para o peeling químico são: melasma, espinhas (no rosto e nas costas), estrias, rugas, sardas, melanoses solares (manchinhas que aparecem nas mãos e antebraços depois de certa idade), olheiras, cicatrizes de acne, poros dilatados, entre outras inúmeras indicações.

 

A melhora na qualidade da pele é visível após a primeira sessão, e o resultado é melhor ainda quando são realizados em série, ou seja, em torno de dois a três com intervalos de 30 dias. Cada vez que o peeling é aplicado, a pele torna-se mais uniforme e apta a receber os dermocosméticos de uma maneira mais homogênea.

 

Mesmo os peelings superficiais podem ter complicações se não forem bem indicados e feitos corretamente. As principais complicações são as manchas escuras (hipercromia) ou claras (hipocromia), cicatrizes, reações alérgicas, vermelhidão intensa ou persistente e reativação de herpes.

 

Grávidas, mulheres que estão amamentando, pessoas com peles bronzeadas, pacientes em uso de Roacutan® ou com presença de infecção ativa de herpes simples não podem realizar o tratamento com peeling químico.

 

Os cuidados dependem principalmente do local aplicado e da profundidade que o ácido atinge. As principais recomendações são: usar filtro solar três ou quatro vezes ao dia (mesmo que não se exponha diretamente ao sol), lavar a pele delicadamente com uma loção de limpeza e de preferência com água fria, enxugar sem esfregar, e não puxar – de forma alguma – as peles que estão saindo.

 

O tratamento feito com peeling químico pode proporcionar resultados extremamente positivos quando realizado com indicação correta e por profissional qualificado nesta área.

Leia também

Olheiras, o que fazer?

Olheiras, o que fazer?
  São vários os fatores do dia a dia que interferem nas olheiras, como o cansaço, alimentação rica em sódio, dormir pouco, trabalhar em excesso, chorar e ingerir álcool em demasia. Assim como outras causas também influenciam o surgimento de bolsas, pigmentação, sulcos...

O corpo desejado no verão se constrói no inverno

O corpo desejado no verão se constrói no inverno
  Quando se trata de emagrecimento ou até mesmo ganho de massa magra, não existem milagres. Portanto, devemos associar uma dieta balanceada à prática de atividade física e, se necessário, a alguns procedimentos estéticos. Estes irão atuar como aliados e potencializar a nova rotina...

Peeling de fenol atenuado

Peeling de fenol atenuado
  A expectativa de longevidade despertou na população a preocupação com a saúde, assim como com a aparência física. Aliadas aos avanços científicos, as técnicas de rejuvenescimento estão aperfeiçoando-se.     O peeling químico...

A beleza está na diversidade

A beleza está na diversidade
Comemorando 103 anos de muita beleza e diversidade no mês de junho, Foz do Iguaçu é considerado um dos municípios mais multiculturais do Brasil. Atualmente podem ser encontrados mais de 70 grupos étnicos, provenientes do mundo todo. A população, estimada em 263.915 habitantes, divide-se entre...

Os cinco sinais do envelhecimento facial

Os cinco sinais do envelhecimento facial
Estudos recentes evidenciaram que os sinais que denunciam o envelhecimento facial possuem cinco características marcantes. Esses sinais aparecem naturalmente e acentuam-se por hábitos cometidos no dia a dia. Felizmente há diversos procedimentos para cada uma dessas marcas.   1.   Alteração da...