Você já ouviu falar em mommy makeover

Você já ouviu falar em mommy makeover
Mariana Piccinin Mariana Piccinin
05/05/2017 10:00:44 hs

Por Dra. Mariana Piccinin

Dermatologista

CRM – 26644 | RQE – 17838

 

Saiba mais sobre essa supertendência nos Estados Unidos

Para celebrar o mês das mães vamos falar sobre o mommy makeover, uma supertendência nos EUA, que nada mais é que a recuperação da mamãe após o parto. Surgiu como um conceito de cirurgia plástica, mas sabemos que muitas mães não podem enfrentar um pós-operatório ou fazer o repouso necessário após uma grande cirurgia.

 

A flacidez facial e corporal, as manchas faciais – o terrível melasma, a queda de cabelo, o aumento dos pelos corporais e muitos outros eventos da gravidez e do pós-parto podem afetar a autoestima e a saúde das mamães. O impacto emocional após a gestação é maior, pois os hormônios fazem com que a pele e cabelos fiquem exuberantes em grande parte das mulheres. Com a diminuição desses hormônios, após o nascimento do bebê, as mães começam a vivenciar a piora no volume dos cabelos e da qualidade da pele.

 

Mais cuidados são necessários: alguns cremes podem causar irritação na pele do bebê caso entrem em contato direto com ela, e alguns tratamentos vão causar irritação e desconforto na pele das mamães, que já estão sensíveis nessa fase, tanto do ponto de vista emocional quanto do ponto de vista dermatológico. A consulta com um médico dermatologista será primordial para tratar as alterações e evitar riscos.

 

Seguem algumas dicas e tratamentos para o pós-parto:

 

1) Quando o bebê nascer, você estará liberada para tratar as estrias e realizar procedimentos a laser;

 

2) Epilação com laser Vectus;

 

3) Para toda a vida: filtro solar – prevenir é sempre o melhor caminho;

 

4) Ativos clareadores e ácidos para as manchas desde o primeiro mês após o parto;

 

5) Uso de hidratantes ricos em antioxidantes para o rosto e corpo desde o começo da gestação;

 

6) Alguns ácidos são permitidos na gestação em determinadas concentrações desde que com acompanhamento dermatológico;

 

7) Cremes para prevenção de estrias devem ser utilizados diariamente;

 

8) As vitaminas são indicadas na gravidez, pois além de ajudarem na formação do bebê também suprem déficits que ocorrem durante esse período, diminuindo, por exemplo, a queda de cabelo;

 

9) Ah, a queda dos cabelos – o nome técnico desse problema é eflúvio telógeno, em que os fios entram rapidamente em fase de queda, a qual pode durar em média quatro meses. Normalmente é autolimitada, mas eu trato minhas pacientes desde o início para evitar que o cabelo fique muito fino ou ralo;

 

10) O MMP e a intradermoterapia estão liberados;

 

11) Também é possível fazer peelings para manchas e acne gestacional após o parto.

 

Você já percebeu que são muitas as possibilidades para conquistar a sua melhor versão após a chegada do seu bebê? E o melhor de tudo, com saúde!

Leia também

Colágeno natural e totalmente seu!

Colágeno natural e totalmente seu!
  A tendência em várias áreas da medicina é a bioestimulação, ou seja, utilizar um produto ou técnica para estimular o corpo a produzir naturalmente os componentes que estão em declínio.     O SculptraÒ é um bioestimulador injetável,...

Reduzir a gordura localizada sem contato e sem dor?

Reduzir a gordura localizada sem contato e sem dor?
  Sim, é possível! E com muito mais vantagens do que em outros tratamentos disponíveis no mercado. Quer saber mais?     O Vanquish é uma radiofrequência seletiva, sem contato e indolor, que cria um campo emissor de energia eletromagnética baseada na diferença de cargas...

Barba, cabelo e bigode!

Barba, cabelo e bigode!
    O must-have do momento é o mustache… O bigode e a barba são a tendência em beleza masculina. Os hormônios androgênicos estimulam os pelos faciais, que se tornam mais espessos, em maior quantidade e com glândulas de oleosidade mais ativas e maiores. Por isso, a pele do homem...

Conheça o ácido deoxicólico

Conheça o ácido deoxicólico
Por Dra. Mariana Piccinin   Dermatologista   CRM – 26644 | RQE – 17838     Hoje vamos falar do ácido deoxicólico, desoxicólico ou, comercialmente fora do Brasil, Kybella. O produto está em alta devido à marca americana mencionada, mas que ainda não...