O Dia Nacional de Combate ao Fumo

O Dia Nacional de Combate ao Fumo
Antoninho Ricardo Sabbi Antoninho Ricardo Sabbi
22/08/2017 11:21:23 hs

 

É o dia 29 de agosto. Criado em 1986 pela Lei Federal 7.488, a primeira norma brasileira de regulamentação do tabagismo. É a oportunidade de pensar na saúde e nos malefícios do tabaco.

 

 

A década de 1980 ficou marcada pelo maior registro de percentual de fumantes no Brasil. Um inquérito nacional revelou que 32,4% dos brasileiros acima de 15 anos consumiam cigarros ou outros produtos derivados do fumo, inclusive o narguilé, tão maléfico quanto o cigarro, uma nova forma de consumo do tabaco que vem aumentando, principalmente entre os jovens.

 

 

Seu uso coletivo, além dos prejuízos idênticos aos das demais formas de fumar, pelo compartilhamento, expõe o fumante ao contágio com o vírus do herpes e da hepatite C e com o bacilo da tuberculose.

 

 

Fumar é a maior causa de morte evitável no mundo. Estudos mostram que 10% dos fumantes chegam a reduzir sua expectativa de vida em 20 anos. Um terço da população mundial adulta (1,2 bilhão de pessoas) é dado ao vício do fumo, e este número inclui 200 milhões de mulheres.

 

 

O fumo causa cerca de 50 tipos de doenças. Doenças circulatórias (infarto, angina e derrames cerebrais), diversos tipos de câncer, doença pulmonar obstrutiva crônica (enfisema) e bronquites. Estas são as maiores causas de óbitos por doença no Brasil. O câncer de pulmão é a primeira causa de morte por essa enfermidade.

 

 

O fumo ainda provoca impotência sexual no homem. Nas mulheres ocasiona complicações da gravidez e problemas para o feto (risco de parto prematuro, menor crescimento do concepto, baixo peso da criança ao nascer, morte fetal...), câncer de colo uterino, maior risco de infertilidade, menopausa precoce e sangramento irregular.

 

 

Outros problemas induzidos pelo tabagismo: aneurismas arteriais, úlcera do aparelho digestivo, infecções respiratórias, osteoporose, trombose vascular e redução do desempenho desportivo e laboral. O cigarro enfraquece o cabelo, faz secar a pele, reduz o paladar e o olfato, gera envelhecimento precoce e apressa o aparecimento de rugas na face, especialmente em volta dos lábios.

 

 

Ao se tragar a fumaça, a nicotina é absorvida pelos pulmões e chega ao cérebro em nove segundos. Inicialmente eleva o humor e diminui o apetite, proporcionando prazer. Mas a dependência e doenças geram sofrimento. Quem convive com o fumante também sofre.

 

 

O efeito imediato é a irritação nos olhos, manifestações nasais, tosse, cefaleia, aumento de problemas alérgicos, principalmente das vias respiratórias, e aumento dos problemas cardíacos, como elevação da pressão arterial, angina e infarto. Outro efeito é o aumento do risco de aterosclerose.

 

 

O risco de doença cardíaca aumenta em 25% no fumante passivo. O tabagismo diminui o colesterol bom, mesmo nas pessoas jovens. Existem cada vez mais indícios de relação entre o tabagismo passivo e o derrame cerebral, a coagulação do sangue e a ocorrência de trombose, arritmias e infarto.

 

 

Ao parar de fumar, o risco de doenças diminui gradativamente e o organismo do ex-fumante se restabelece. Já após 20 minutos do último cigarro, a pressão sanguínea baixa, as batidas cardíacas diminuem e o nível de oxigênio no sangue aumenta. Depois de 24 horas, os pulmões já conseguem eliminar o muco e os resíduos da fumaça.

 

 

Com dois dias já é possível sentir melhor o cheiro e o gosto das coisas. Após duas semanas, melhora a circulação, tosse, congestão nasal, fadiga e falta de ar. Um ano mais tarde, o risco de doença cardíaca cai pela metade. Depois de cinco anos, a possibilidade de ter câncer de pulmão também reduz 50%. Após 15 anos, a chance de sofrer infarto é igual ao de uma pessoa que nunca fumou.

 

 

O uso do fumo pode ser uma fantasia gostosa, mas o sofrimento e a morte descem pela sua fumaça.

 

Leia também

O bigode do Novembro Azul

O bigode do Novembro Azul
A cor rosa da prevenção do câncer de mama de outubro muda para azul em novembro. É a vez dos homens pensarem na prevenção do câncer de próstata. O símbolo da campanha é um bigode. Em Pub, na Austrália, em 1999, um grupo de amigos teve a ideia de deixar o...

Outubro Rosa

Outubro Rosa
Vivemos novamente o clima de Outubro Rosa. O mês da prevenção contra o câncer de mama por meio do diagnóstico precoce pela mamografia anual a partir dos 40 anos, que passou a ser um direito da mulher brasileira (Lei nº 11.664, de 29 de abril de 2008).   O câncer de mama é um tumor...

A poeira que mata

A poeira que mata
  O amianto é uma fibra mineral. Possui propriedades impressionantes de resistência a altas temperaturas, funciona como um bom isolante, é flexível, durável, não é comburente (inflamável) e resiste ao ataque de ácidos.     Serpentinas (amianto branco) e...

Sua saúde no inverno

Sua saúde no inverno
  O inverno acaba de chegar. Há pessoas que gostam e há as que o detestam. Muitas vezes com motivos para isto. É que existem doenças que se agravam no inverno. O frio aumenta a frequência de infarto. As dores de coluna, a artrite, a artrose e até a fibromialgia também pioram com as baixas...

Infecção urinária

Infecção urinária
A infecção urinária é uma doença frequente que acomete adultos e crianças. Costuma ocorrer 25% mais no verão e é bastante comum   nas mulheres a partir da puberdade. Está muito ligada a problemas de higiene íntima e também à baixa imunidade. Todavia...

Um dia sem fumar? Adote esta ideia!

Um dia sem fumar? Adote esta ideia!
Um estudo da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos, revisado por mais de 70 especialistas, foi publicado em janeiro deste ano. Ele conclui que o hábito de fumar elevará os seis milhões de óbitos atuais provocados pelo fumo para oito...

BRASIL Açúcar, nosso amigo da onça

BRASIL  Açúcar, nosso amigo da onça
Evitar o açúcar é impossível. É doce, é gostoso e funciona como um calmante emocional. Está em tudo o que é bom: doces, balas, refrigerantes, sorvetes, produtos industrializados. Tem alto valor energético e estimula a produção de serotonina, hormônio que regular o...

Diabetes

Diabetes
Diabetes é uma doença que assusta. Há muitos mitos e desinformação sobre ela. Há quem tenha a doença sem saber. E os que sabem, não raramente, têm pouco conhecimento sobre como conviver com ela; desconhecem como controlá-la corretamente e por que surge a...

Pré-diabetes

Pré-diabetes
Pré-diabetes é uma situação clínica que precede o diagnóstico do diabetes tipo 2. O corpo começa a dar sinais de elevação da glicose (açúcar) e da insulina no sangue. Os exames de sangue começam a acusar elevação da glicemia, indicando que o...

Os cistos mamários

Os cistos mamários
As mamas são órgãos do corpo feminino que recebem forte influência dos hormônios do ovário, tanto do estrógeno como da progesterona. Estas substâncias interferem na formação e funcionamento das mamas e têm relação com o surgimento dos cistos...

A vitamina D

A vitamina D
A vitamina D é um hormônio. Tem ação importante na manutenção do tecido ósseo. Ela regula a concentração nele do cálcio e do fósforo. Mas não é sua única função. Ela atua em mais de 30 tecidos diferentes do corpo e tem...

A cápsula do câncer

A cápsula do câncer
No início dos anos 90, num laboratório do Instituto de Química da Universidade de São Paulo (USP), a fosfoetanolamina chamou atenção do químico e coordenador do laboratório, Gilberto Orivaldo Chierice. A substância diminuía o volume de tumores induzidos em camundongos....

Dia Mundial de Combate ao Câncer

Dia Mundial de Combate ao Câncer
A luta contra o câncer é diária, mas a Organização Mundial da Saúde escolheu a data de 8 de abril como Dia Mundial de Combate ao Câncer. O objetivo é chamar a atenção de todos os governos do mundo e do público em geral para a importância dessa doença, que...

Osteoporose

Osteoporose
A osteoporose é o resultado da descalcificação progressiva dos ossos. É uma condição que se caracteriza pela diminuição da densidade óssea e aumento do risco de fraturas. Os ossos são compostos de uma matriz na qual se depositam complexos minerais com cálcio. Estão...

A milagrosa fosfoetanolamina

A milagrosa fosfoetanolamina
Cancerologistas de todo o país estão sendo questionados sobre a nova droga que cura todos os tipos de câncer. Na realidade, eles já estão familiarizados com questionamentos similares sobre os mais diversos tipos de tratamentos miraculosos do câncer, que vão desde garrafadas medicinais, vacinas,...

O melanoma

 O melanoma
As férias chegaram. É tempo de praia e piscina. Sem esquecer-se do trabalhador que enfrenta o Sol quente por necessidade de profissão, é tempo de pensar no câncer de pele. Cerca de 27% de todos os tumores malignos ocorrem na pele. É o câncer mais frequente e causa pouca mortalidade, porque é...

Dezembro Vermelho

Dezembro Vermelho
Outubro é rosa, novembro é azul, dezembro será vermelho. A Assembleia Mundial da Saúde, em 1987, com apoio da ONU, escolheu 1º de dezembro como o Dia Mundial de Combate à AIDS. A intenção era reforçar a solidariedade, a tolerância, a compaixão e a compreensão com as...